sexta-feira, 29 de julho de 2011

No estacionamento...

Saindo da Freedom depois de um happy hour pra lá de movimentado entramos no carro, que estava num canto afastado do estacionamento. Olhando para o Cláudio já sabia o que ele esperava de mim e, fazendo um “sacrifício” imenso fui dar ao meu marido um pouco do tratamento que já tinha dado naquela noite a outros homens. Beijei-o do jeito que só beijo a ele: com amor, com muito amor, mas a excitação foi dando lugar a um beijo cheio de tesão. Sem parar de beijá-lo abri o zíper de sua calça e coloquei seu pau já duro pra fora. Sei que ele fica com um puta tesão quando me vê dando para outro homem e aquela noite havia sido bastante “produtiva”, portanto aquela noite para nós estava apenas começando. 
- Me mostra como você chupou hoje.
- Foi assim, amor - e comecei lambendo seu saco e subindo a língua devagar, passando por todo e seu pau até chegar na cabeça. Contornei com a boca molhada e fui engolindo aos poucos até chegar ao saco novamente, desta vez com o pau inteirinho dentro dela. Passei a língua pelo saco - sei que ele adora - e fui tirando o pau da boca também devagar. Tornei a engolir, dessa vez fazendo uma pressão suave e cheguei novamente ao saco, lambendo-o. Comecei e intensificar o vai-e-vem, alternando a pressão entre mais suave e mais forte e brincando com a língua pelo pau. Clau passava a mão nos meus cabelos, gemendo com tesão. Eu estava de ladinho, com a bundinha empinadinha e ele me mandou tirar o short, deixando a calcinha. Fiz o que ele queria e continuei boquetando.
- Quero te comer como você deu lá dentro, com a calcinha puxada de ladinho. 
Molhei mais ainda aquele pau que me dá tanto tesão e me sentei no colo dele, virada de frente para poder beijá-lo. Fui enfiando a cabeça como a enfiei na boca, sugando com a buceta para ele entrar. Fui descendo e, à medida que ia entrando, apertava como se estivesse mordendo com a buceta, até entrar tudo. Com ele todo dentro comecei a rebolar e me esfregar em Cláudio. Cavalguei gostoso, sem tirar os olhos dos olhos dele, beijando sua boca, lambendo seu rosto, mordiscando sua orelha. 
- Isso, vadia, senta nessa pica gostoso. 
E eu sentava, gemia, apertava Cláudio. Sentava com mais força e o apertava mais.
- Quero sua porra na minha buceta. Me dá porra, amor - eu pedia.
E beijando Cláudio senti que ele estava quase gozando. Sentei com mais vontade e gozei junto com ele, ele apertando minha bunda com força e forçando seu pau para que eu terminasse de gozar. 
Nos beijamos e, antes de eu sair de cima dele, brinquei:
- Não vou limpar, vai escorrer todo o nosso gozo em você. Limpo você chegando em casa...
E ele sorriu, sabendo como seria gostoso ganhar mais um banho de língua.



quinta-feira, 28 de julho de 2011

Renato e Tiago

Depois de Tom, Ricardo e Paulo eu mentiria se dissesse que não estava satisfeita, até porque sabia que em casa o bicho ia pegar. Mas tudo o que é bom pode e deve ser repetido, não é? Se meia Freedom estava lá olhando, àquela altura só faltavam os garçons! Olhei ao redor e escolhi um dos caras que estavam ali. Só chamei com o dedinho e ele entendeu perfeitamente. 
- Também quero - ele disse.
- Vamos ver o quanto você merece - eu respondi.
E lá fui eu mamar mais um pau, pensando que ainda não seria naquela noite que me superaria. 
Estava chupando gostoso, afinal sempre dou o melhor de mim, quando ao meu lado apareceu um ex garçon da casa e que também fazia apresentações de gogo boy. Sempre tivemos muita intimidade, mas nunca rolou nada. Até aquela hora. 
Cláudio o cumprimentou e deu-lhe carta branca. Renato se aproximou e colocou o pau pra fora, que eu imediatamente peguei e comecei a punhetar. Mas precisava deixá-lo molhadinho, então inverti e passei a chupar o pau de Renato enquanto batia uma punhetinha para Tiago. 
Lambia um, enfiava todo na boca, lambia outro, sugava a cabeça, passava as mãos no saco de Tiago e engolia Renato, cuspia na cabeça de Tiago e batia pata Renato. Colocá-los ambos na boca foi rapidinho. Uni os dois paus e os lambia ao mesmo tempo, no meio dos dois. Chegava na cabeça e as enfiava na boca, eventualmente tirando uma para poder engolir todinha a outra. Cláudio então sugeriu ao Renato que me comesse, entregando a ele uma camisinha. Me virei de forma que pudesse continuar boquetando Tiago e levantar a bundinha ao mesmo tempo. Renato a ergueu mais ainda e enfiou de uma vez aquele pau grosso e grande na minha buceta. Aquilo me deixou com mais tesão do que já estava por toda a situação e chupei com mais vontade ainda, cuspindo no saco de Tiago e engolindo sua pica. Tiago não aguentou muito tempo mais e encheu minha boca de porra, que eu deixei escorrer devagarinho olhando nos olhos dele, o que o fez terminar de gozar mais gostoso ainda. 
Renato então me sugeriu que me apoiasse na escada (escada??? não, plisi!), então somente me apoiei no degrau mais baixo, fazendo com que minha bunda ficasse ainda mais levantada. Cláudio não perdia um único movimento e me mandava rebolar direitinho na rola de Renato, que metia com mais e mais força, enterrando aquele cacete com tudo na minha buceta. Eu gemia e mandava ele enfiar mais.
- Isso, seu puto! Come gostoso a putinha do Clau. Você não era louco pra me pegar? Então aproveita, filho da puta! Eu dizia com voz pausada, entre uma estocada e outra.
Renato não parava de meter e eu não parava de me enfiar mais naquele pau, como se fosse possível, até que explodi num gozo intenso, delicioso. Ele começou a se exaltar e supus que fosse gozar logo, então parei de rebolar, tirei seu pau da minha buceta, me virei, tirei a camisinha e enfiei na minha boca. Renato gozou muito gostoso na minha garganta, mas tirou o pau e esfregou o resto de porra nos meus lábios. Quando terminou ajudou a me erguer e me beijou a boca, num beijo demorado que me engoliu e sugou todo o resto de porra que havia ainda nela.
Dessa vez satisfeita, disse ao Clau que queria ir para casa, imaginando que fosse lá que seria (bem) comida. Mas começamos antes mesmo de chegarmos...








quarta-feira, 27 de julho de 2011

Olha o post novo aí, gente!!!




Aháaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Já achando que iam ler a continuação da furunfada, né? Notieti*!!! 
Só vim dizer que estou em falta com os amigos e que vou pentelhar um a um, como é meu costume e imenso prazer, logo, logo! É que não entro nas casas de vocês, dou um oi besta e vou-me embora. Adoro ler tudo o que lá está, fuçar tudinho, dar pitaco, ver as imagens - ah, as imagens! - e, por fim, falar alguma abobrinha. Então me perdoem se estou ausente, mas quando for visitá-los levarei comigo cafezinho, pãozinho de queijo e bolo de fubá. Para os alcoólatras de plantão levo uma tequila, aquela coisa chulezenta, para que vejam o perrengue que passei. Aos chocólatras levarei bombons (ui, lembrei do sonho de valsa do meu amiguinho!) e, para os viciados em sexo, vou me levar! Pensando bem, acho que não preciso levar nada pra casa de ninguém aqui, basta eu ir! kkkkkkkkkkkkkkkkk
Meus lindos, volto logo com a continuação da putaria franciscana, ops, repiauer*!
Beijos em cada uma das bochechas de vocês!!!





*As aulas de inglês continuam com inscrições abertas, façam já sua matrícula com Tia Veroka e concorram a uma passagem com tudo pago para Botsuana!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Ricardo e Paulo





Eu já havia gozado gostoso no pau de Tom e nada de Clau e Lisa se desgrudarem. Mas, como haviam várias pessoas olhando e, entre elas, um cara que eu há tinha dado umas boas espiadas no bar, resolvi passar o tempo da melhor forma possível. Ricardo (descobri o nome depois...) passava a mão no pau por cima da calça enquanto eu ainda estava dando para Tom e ficou ali, babando. Olhei pra ele e só falei “vem cá...”. Não precisou chamar duas vezes, não sei porque...rs
Ricardo chegou e eu abri a calça dele, colocando pra fora um pau já completamente duro. Dei uma olhadinha para Cláudio, que eu tinha certeza de que estaria com um olho em mim. Sorri um sorrisinho safado pra ele e ele meneou a cabeça, como se dissesse “você não tem jeito” e riu.
Voltei minha atenção para Ricardo e seu pau, que não era grande como o de Tom, mas era bem interessante...e saboroso! Agachadinha, passei a língua pelo comprimento do pau dele. Ele de cara já soltou um gemido e eu brinquei dizendo que nem havia começado ainda. 
- Desse jeito quem vai terminar logo vou ser eu - ele respondeu.
Resolvi caprichar para o bichinho e dei um banho de boca naquele pau. Lambi, suguei, chupei, enfiei inteiro na boca e, com a língua, lambia o saco, chupava mais, lambia mais ainda. As pernas dele tremiam e percebi que ele realmente não iria aguentar muito mais. Dito e feito: mais uns cinco minutinhos e Ricardo gozou na minha boca, urrando e tremendo. Se já tinha meio bar olhando antes, depois do escândalo do mocinho o restante veio ver o que estava pegando. 
Quando Ricardo terminou de gozar Cláudio veio do meu lado e me disse que um outro cara que eu tinha mostrado pra ele dentro do bar estava lá e perguntou se queria que o chamasse. Eu dei risada e perguntei se ele iria distribuir senha como eu havia brincado com ele quando estava sem poder fazer nada por causa da cirurgia. Cláudio à essa altura já havia terminado e Lisa tinha ido ao banheiro se “recompor”.
Quando olhei na direção que Clau havia indicado vi o tal cara já com o pau na mão, batendo uma punheta olhando pra minha bunda que ainda estava de fora. 
- Traz ele pra mim, traz - disse a ele, com cara de sacana faminta.
Ele veio e eu elogiei o instrumento, dizendo que era muito simpático e que eu descobriria naquele instante se era também gostoso. 
- Deixa eu te dar uma mãozinha, falei rindo.
E peguei no pau dele, punhetando em movimentos rítmicos. Cuspi na minha mão e ela deslizava mais gostoso naquele pau. 
- Chupa ele, gata...
Fui abaixando com olhar fixo no pau e brinquei de colocar na boca, sem no entanto fazê-lo. Passava a língua nas coxas, na virilha, somente roçava como que sem querer e voltava a torturar. Como eu também não estava aguentando, enfiei de uma vez na minha boca molhada, engolindo o pau todinho. 

Paulo segurou minha cabeça e começou a fuder minha boca enquanto eu me segurava nas pernas dele. Deixei-o brincar assim mas resolvi brincar do meu jeito. E lá fui eu saborear o pau com gosto, lambendo de lado, passando a língua, chupando as bolas. 
- Quero dar pra você - eu disse enquanto lambia seu pau.
- Quero dar pra você - eu disse enquanto lambia seu pau.
Me ergui e me virei, como tinha feito com Tom. Peguei no pau dele e o direcionei para minha buceta, encaixando. Me enterrei naquela pica e dei gostoso para o Paulo. Ele metia com estilo, sabendo o que estava fazendo. Eu não gozei, mas foi muito bom! Paulo quando foi gozar segurou na minha cintura com força e falava coisas que eu não conseguia entender, mas que sabia exatamente o que significavam. 
Cláudio olhava minha cara de satisfação e eu sabia que ele já estava pensando em me pegar usada quando chegasse em casa. Mas eu ainda seria mais usada...









segunda-feira, 25 de julho de 2011

Tom e Lisa

Na quarta-feira fomos ao Bar da Freedom, que está bombando demais. Gente bonita, bem interessante, que vai lá pra ouvir a banda Swing da Lua, dançar, papear e, para quem quer, brincar.
Encontramos Tom, já amigo de algum tempo, que estava acompanhado de uma mineira que está morando no nordeste mas que está de férias em BH. Já havíamos sido apresentados para ela na sexta anterior mas estávamos com outras pessoas e não pudemos conversar tanto quanto gostaríamos. Bonita, inteligente, bem humorada, ou seja, o nosso número rsrsrs. À uma certa hora fomos, eu e Cláudio, buscar uma tequila no bar (aquela mesma marvada de uns posts atrás...) e, na volta, esbarrei em Lisa. Fiz uma brincadeira e dei um selinho nela, com biquinho molhadinho, só pra atiçar. E aticei...
Tom, que assim que chegamos perguntou se eu já estava liberada, já abriu um sorrisinho e olhou pro Cláudio com cara de “vai rolar”. 
A peguei pela mão e a levei para um cantinho, já que às quartas-feiras só funcionam um quarto coletivo e o dark room, ambos sempre cheios. Queria privacidade e, de mãozinhas dadas, fomos caminhando com Cláudio e Tom  conversando atrás. Chegando lá me virei para beijá-la delicadamente, acariciando seu rosto e alisando seus cabelos. Acariciei seus seios e desci as mãos pelas suas costas. Tom veio atrás de mim, me encoxando gostoso. 

Eu a beijava e me esfregava em Tom, como se estivesse dançando uma dança sensual. Cláudio veio me ajudar a beijar Lisa e a virou para si. Tom fez o mesmo comigo e, enquanto o beijava, ele me apertava inteira. Dei uma olhadinha para trás e vi Lisa se abaixando pra boquetar meu marido e eu, cheia de inveja branca, fui fazer o mesmo com Tom. 

Além dele ser uma delícia de pessoa, tem uma delícia de pau também - o da fotinha aí do lado...ui! rsrsrs
Mamei gostoso do jeitinho que ele gosta, que é do mesmo jeito que Clau também adora: devagarinho, lambendo inteiro, apreciando, degustando, sem pressa, engolindo todinho, lambendo a cabeça com a boca bem molhada, acariciando o saco igualmente melado, para a mão deslizar mais gostoso. Tom passava a mão nos meus cabelos, sem tirar os olhos da minha boca trabalhando. Lisa dava o mesmo tratamento ao pau de Cláudio, alternando entre movimentos mais suaves e pegadas mais fortes; ele, visivelmente, estava adorando.
Ele me pegou pela cintura, apertando, acompanhando meus movimentos. Fiz ele me comer devagar, fazendo o pau entrar e sair lentamente, para que ele além de tudo ainda tivesse uma visão deliciosa de estar me penetrando.  Olhei para trás e, com a língua para fora da boca, mostrei que queria um beijo.  Tom me beijou e ficou quietinho, com o pau lá dentro.
Tom sussurrou para eu me levantar, me dando a mão. O beijei e, provocando, perguntei se era aquilo que ele queria e já fui abaixando o shortinho branco que eu vestia, deixando à mostra a calcinha branca de renda, pequenininha e delicada. Ele me disse que era exatamente o que queria e me virou, passando as mãos pelo meu corpo e apertando a minha bunda. Desci a calcinha, me apoiei na parede e empinei a bundinha, falando pra ele somente “vem”. Tom, que já havia posto a camisinha, colocou a pontinha do pau na minha buceta. Eu o brequei com a mão e disse para ficar quietinho. Encaixei e, rebolando, fiz o pau dele entrar todinho. 
- Agora bomba...e bomba gostoso - eu disse a ele.
Me apoiei com mais segurança na parede porque sabia o que viria e Tom meteu gostoso, com força, me fazendo me acabar na sua pica. Eu gemia forte e isso acabou atraindo as pessoas que se deliciavam com a visão de Cláudio também metendo gostoso em Lisa na escadas (tadinha dela...kkk) e Tom me bombando. Gozei no pau de Tom e, me contraindo toda, fiz Tom gozar. 
Me virei, me encostei na parede e, ao meu lado, estava um cara que eu já tinha cantado no bar. Como Tom havia gozado e Clau e Lisa não pareciam querer parar, achei melhor me ocupar com algo gostoso de fazer enquanto esperava...


 


sábado, 23 de julho de 2011

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Carinho da Aprendiz do Desejo SC!!!







Lá fui eu pentelhar a Loirinha safada sem-vergonha quando vejo um mimo que a Aprendiz do Desejo SC mandou pra ela. Aí, claro, fui lá na Aprendiz pra dizer o quanto achei gracinha e não é que dou de cara com um para nós também??? Fiquei toda, toda, feliz demais com o carinho! Parece nós dois quando fomos pra Praia do Pinho, lá em Santa Catarina, terrinha da Aprendiz. Que peninha que não a conhecíamos àquela época! 
Minha linda, amei, amei, amei!
Mais uma vez, obrigada pelo seu carinho de sempre e por esse mimo que nos deixou encantados, não só pela graciosidade, mas principalmente pela lembrança!!!
E não deixem de ir ver não só todos os bonequinhos que são lindos, mas principalmente o blog dessa delícia de amiga, que ultimamente anda muito safadinha por conta de umas visitinhas que andou tendo...kkkkkkkkk 



Um mar de flores para você, minha querida!!!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Noite do Encontro de Casais do Virtual na Freedom




Encontro do pessoal virtual na Freedom amanhã, dia 22. 
O flyer já diz tudo, mas só pra acrescentar, costuma ser no mínimo divertido descobrir quem é aquela pessoa com quem você tecla há tempos e baba em suas fotos. rsrsrs
E a banda é boa demais! Então seja movido pela curiosidade específica ou geral, para conhecer uma casa de swing muito boa ou para ouvir um som ao vivo de primeira e dançar muito, vale a pena ir!







Ah! Como quem vai na sexta ganha free para a entrada de sábado, que tal uma tequilinha? Ougodi!!! kkkkkkkkkkkkkkk


Convite feito!!!

Marvada tequila que me atrapaia

É a tal estória - faça o que eu falo, não faça o que eu faço! Falo tanto pra todo mundo que "quem não guenta, bebe leite" e não é que não aprendi???
Marvada tequila! A porra da bebida tem gosto de chulé e sobe que nem foguete!
Então, pipou (bora, gente, aprender inglês comigo - precinhos especiais!), daqui uns 6 meses quando essa ressaca filha da puta passar eu volto a postar, caso ainda me tenha sobrado algum neurônio depois da matança em série que fiz em meu cérebro ontem à noite! 
Beijos e uma quinta deliciosa pra todos, já que a minha vai ser phoda, viu...

Ah! Nem adianta vir dizer que cu de bêbado não tem dono porque Clau cuidou direitinho de mim! Acho...kkkkkkkk




quarta-feira, 20 de julho de 2011

100.000 ACESSOS ANA CASADA (SAFADA)!!!






Ó eu aqui falando DINOVO dessa Ana Casada Safada! Mas nem poderia ser diferente, já que ela está comemorando 100.000 acessos!!! Ela comemora e nós que ganhamos o persente, já que as palavras dela no post foram maravilhosas (e a bunda do selinho também! kkk).
Ó, nem vou falar muito porque este blog aqui tá parecendo a filial do dela, só dá a Ana e eu tenho 803984 selinhos e carinhos pra postar. Não dou conta, porque cada vez que vou postar outra coisa a safada comemora alguma coisa e, claro, não vamos deixar de parabenizar! 
Ana, quer pelamor parar de escrever, plisi? kkkkkkkkkkk
Minha linda, vc sabe que estaremos juntas em todas as suas comemorações, não é? E faz pelo menos uma semana que eu fico jogando confete em você e você já deve estar toda babada, então vou passar pros finalmentes e mandar seu presentinho!



Ops, não era esse, não! Muito feioso, né? É o de baixo, amiga! kkkkkkk



Assim tá bom pra você, né, safada? Então aproveita e come tudinho!!! Beijos!!!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Selinhos e Carinhos


Ganhamos esse selinho da minha querida, safada e deliciosa amiga Myah. Eu vou sempre na casa dela pra myah de prazer! Myah, babar, me fartar, bater palminhas e etc, etc, etc! kkkkkkkk Ela é uma amiga pra lá de especial, daquelas pessoas gente boa pra caramba, totalmente do bem e que desperta paixões! E gostosa pra caralho também, diga-se de passagem...kkkkkkkkkkk
Mas o carinho que tenho por ela vem de lá de dentro, lá do fundinho, porque ele está bem arraigado. É carinho incondicional, gratuito, que surgiu aos poucos e foi crescendo porque fui descobrindo a pessoa maravilhosa que ela é. Minha linda, muito obrigada por esse mimo, que vai ficar aqui dentro ó, no S2, para sempre!!!


_____________________________________________________________________


“Se temos de esperar, que seja para colher a
semente boa que lançamos hoje no solo da vida.
Se for para semear, então que seja para produzir
milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

(Cora Coralina)

É assim que esse selinho que também ganhamos de Isabelle é descrito: com poesia de Cora Coralina. Já dá pra apaixonar de cara, não? Como ela mesma se define, é "uma mulher com espírito de menina". Menina que encanta, mulher que seduz, que possui um espaço que é ao mesmo tempo picante e suave, que atiça e enternece. 
Muito obrigada, linda, por esse carinho! Saiba que o guardaremos aqui em nosso blog mas, principalmente, dentro de nossos corações!
Beijo enorme!!!

Esse selinho vem com uma tarefinha especial, que é a de passar adiante para todos os amigos que amamos!
Puxa, são tantos nessa blogosfera! Tantas pessoas que estão no meu coração e que me são tão queridas que tenho medo de acabar deixando passar alguém especial por falta de atenção. Então, à cada um a quem visito com frequência, sintam-se à vontade para levar essa prova de amizade!


Então, como agradecimento à Myah e à Isabelle, deixo aqui essas flores!




Beijos, minhas lindas! E mais uma vez, obrigada!

Ana Casada Safada - Obrigada de coração pelo carinho tão lindo!!!




A Ana Casada (Safada) todo mundo aqui já conhece. Pra quem não conhece, nem vai lá, porque corre o risco de apaixonar! Sabe aquela gostosa inteligente, com um humor delicioso, que fala de assuntos importantes e besteiras em geral da mesma forma cativante? A própria! Sou suspeita porque estou sempre lá fazendo o que sei de melhor - pentelhar! E ela, como paga na mesma moeda, faz o mesmo comigo! Mas dessa vez fui lá e me emocionei...
Recebemos da Dona Ana Casada Safada um carinho super, ultra, mega, master, blaster especial! Confesso que fiquei com lágrimas nos olhos ao ler o que ela escreveu. Aliás, ela não fez um post, mas praticamente um livro ilustrado (ô delícia) sobre nós! Como nem tudo é perfeito, ela mentiu um pouquinho em uma das imagens, mas tenho certeza de que saberão qual foi! kkkkkkkkkkk
Minha amiga, como eu disse lá pra vc entre tantas coisas (e tantas mesmo, escrevi pra caralho! rsrsrs), vc usou nossas palavras do perfil e, com ele, colocou nossas vidas de uma forma deliciosa, ilustrando de uma maneira lindamente apaixonante! Que carinho delicioso, que afago para nossas almas!!!
O nosso muito, muito obrigado!!!

E, para que fique bem claro, ela está se insinuando mostrando essa bunda gostosa pra gente (ó lá no início tem até dedicatória!!!)! Eu só disse que se ela quiser dar pra mim, eu aceito! kkkkkkkkkkkkkkkkk Ela pode dar outras coisas e eu, como sou partidária da máxima "é dando que se recebe", dou qualquer coisa pra ela também! E tenho dito! kkkkkkkkkkkk

Claro que esse carinho todo de Ana merece um presente especial, Então vamos NOS dar de presente!!! Tô sissi, mesmo...kkkkkkkkkkkk




Minha linda, muito obrigada do fundo desse coraçãozinho mole!!!

Tirando leitinho - ou Kadeira Sutra, uma outra versão do Kama Sutra!

Ok, ok, é sempre bom experimentar novas posições, mas tem algumas que eu me pergunto se dão barato ou algo assim...



video

domingo, 17 de julho de 2011

Profissão Repórter - Swing! Minha humilde visão sobre o assunto - by Íntimo e Sigiloso

Íntimo e Sigiloso é um novo amigo da blogosfera que tem um blog que fala, entre outras coisas, de Ménage, Putarias e Fantasias. Um espaço bem legal que vale a pena ser visto por quem é do meio e também por quem não é. Esta semana ele postou um artigo baseado numa reportagem da Globo sobre casas de swing entitulado  "Profissão Repórter - Swing! Minha humilde visão sobre o assunto." Todos que me conhecem sabem o quanto estimulo artigos que falem seriamente sobre o assunto como forma de elucidação do que é o swing e apóio toda tentativa de desmitificação do assunto.
Então não custa nada dar uma olhadinha lá para ver do que se trata e, para aqueles que perderam, assistir ao vídeo da reportagem na íntegra.
Parabéns, querido Íntimo e Sigiloso pelo seu post!



sexta-feira, 15 de julho de 2011

Prazer x Falsos Moralismos

O que swing, BDSM, fetiches em geral, exibicionismo, voyerismo, entre outros, têm em comum? O estigma do profano, do proibido, do condenável. 
Em princípio, teme-se aquilo que não se conhece. É o receio do inexplicado, do que não se entende, do que está fora de nossa percepção e entendimento. Geralmente temos uma certa restrição em sairmos de nossa zona de conforto, do nosso caminho que até então é natural. Um pouco do Mito da Caverna, onde acreditamos que o que sabemos é o que efetivamente é correto e atribuímos ao desconhecido características nem sempre verdadeiras. É o que ocorre entre o sexo dito normal e outras tantas formas de prazer que ficam à margem do correto, do aceitável.
Sabemos que grande parte de nossos receios em relação ao sexo são de cunho sócio-cultural-religioso. Homossexualismo, por exemplo, foi uma prática absolutamente normal na Grécia antiga e hoje é visto com preconceito, mesmo que velado. A sociedade dita as regras de moral e bons costumes e não vê com bons olhos quem não as segue. A religião tem influência enorme sobre muitas pessoas e as considera hereges, pecadoras ou qualquer outro termo parecido se estas não seguirem seus dogmas, padrões, ensinamentos. E é por essas e por outras que grande parte das pessoas não se sente à vontade em deixar-se levar pelo prazer carnal, prazer erótico, prazer sensual. Tornou-se normal associar o sexo ao amor, preferencialmente ao amor romântico, onde se casa, constitui família e se vive feliz para sempre. E, nesse tipo de amor, só o sexo "normal" é admissível. 
Se ousarmos experimentar o que fantasiamos intimamente provavelmente teremos uma prazerosa surpresa. Descobriremos que fantasias podem, sim, ser postas em prática e isso não nos fará menos éticos nem mais infratores. Continuaremos a ser nós mesmos, mas mais atentos às nossas vontades e prazeres, o que resultará em pessoas melhor resolvidas, com domínio e conhecimento maior sobre si e, consequentemente, mais felizes. Até porque todos sabemos o quanto é frustrante nos privarmos de qualquer coisa que nos dê prazer, seja ela qual for. Claro que sabemos que nossa liberdade termina onde começa a do outro, portanto devemos respeitar o espaço de cada um. Mas, se tais fantasias envolverem outras pessoas e houver consenso entre as partes, podem ser perfeitamente realizadas. O BDSM obedece à uma tríade que cabe em qualquer tipo de relacionamento: o SSC - São, Seguro, Consensual - entre os envolvidos. Se colocarmos isso em prática, poderemos ter experiências fascinantes, onde a hipocrisia fica de fora e os falsos moralismos não existem. 








quinta-feira, 14 de julho de 2011

Pornô 1930


Pra quem acha que ménage é coisa dos tempos modernos...



video

Selos e Carinhos


Recebemos esse selinho, originalmente do blog O Lado Oculto de Marciana, de nosso amigo de além mar, Mister Charmoso. Em seu espaço ele relata suas aventuras de charme, sedução e prazer e nos deixa a todos com água na boca. Um blog que vale a pena cruzar o Atlântico para ser lido!
 
Aldrey, do ótimo blog Lesada e Apimentada, que traz um pouquinho de tudo e tudo muito legal também nos presenteou com esse carinho, pelo qual agradecemos de coração!

Este selo não possui tarefas, basta que seja enviado a 12 outros blogs
Expliquei ao nosso amigo que não estamos conseguindo entrar muito porque os filhotes de Clau estão em casa e o horário que me resta com a máquina é este - 4h45! Mas não poderíamos deixar de entrar pra postar esse mimo que nos deixou tão felizes! Mas sintam-se todos à vontade para levar consigo este selo de qualidade de Marcianices 2011!

Então, querido amigo Mister Charmoso, agradecemos pelo carinho e oferecemos em retribuição um docinho tipicamente brasileiro para adoçar seu dia! Ah! Dei uma mordidinha pra ele ir com gostinho especial de Veronika diretamente para sua boca...beijos, meu lindo!!!





quarta-feira, 13 de julho de 2011

Selos e Carinhos - Ana Casada 90.000 acessos!



Mal postei o selinho de 80.000 acessos dessa Ana Casada Safada já saiu o de 90.000! Eita mulher que não perde tempo! kkkkkkkkkk
Já falei mal dela no outro post, então vou poupá-la de vir me comer o fígado! rsrsrs
E a tarefinha é definir em palavras, fotos, música ou o que você quiser o que significa pra você um "AMIGO VIRTUAL".
Então lá vai!




Estão vendo esse céu? É lindo, apaixonante, cativante, reluzente, inspira sonhos e devaneios, alegra a alma, aquece, dá paz, induz a pensamentos terrivelmente luxuriosos, conforta, anima, faz sorrir. Pois é assim que vejo meus amigos virtuais, como um céu repleto de estrelas onde cada uma tem seu brilho próprio e me transmite cada um desses sentimentos - ou todos ao mesmo tempo.
Não os vejo diferente por serem virtuais. Aliás, muitos deles sabem mais sobre mim que meus próprios amigos reais. E amizade não é isso, poder se abrir, ser transparente, dividir e somar? Pois é isso que meus amigos representam para mim.


E, para não perder o costume, um mimo para minha amiga safada e que adoro: Uma mulher todinha lambuzada de chocolate, assim ela aproveita duas delícias em uma só! kkkkkkkkkkkkk


Selos e Carinhos - Ana Casada 80.000 acessos!



Recebemos esse carinho da Ana Casada, a quem chamo de Ana Casada Safada. Maldade minha? Nananinanão! É só dar uma passadinha lá pra se ver que não estou mentindo! rsrsrs
Pois é...recebemos o selinho de 80.000 acessos e só estamos postando agora, quando o blog já está com quase 90.000! Mas sou lesada e não achei o selo em canto nenhum e olha que fiz o sacrifício de me esbanjar naquele espaço, lendo aquelas coisas terríveis que ela escreve e quase sucumbindo com as imagens! Mas pelos amigos se faz de tudo, então tudo bem...kkkkkkkkk
Tenho um carinho especial por essa mulher, talvez porque ela fale tanta merda quanto eu, talvez pelo senso de humor, talvez porque eu queira dar uns catas nela, ainda não sei. Mas sei que fiquei toda contente de ter recebido esse mimo diretamente dela e quero agradecer pessoalmente, com muitos beijinhos e etceteras e etceteras e etceteras...kkkkkkkkk

E, como tarefinha, cabe dizer o porquê de manter um blog, o que ele significa em sua vida. Pode ser em fotos, vídeos, música, como achar melhor, já que a intenção é saber o que te traz para esse mundo virtual.

Então lá vai a resposta!
Já disse algumas vezes que começamos esse blog com a intenção de seguir alguns amigos, amigos estes que nem postam mais. Inicialmente era para ser um espaço aberto ao mundo swing, mas à medida que fui escrevendo fui colocando pra fora sentimentos deliciosos de partilhar, claro que inicialmente com ninguém! rsrsrs
Mas aí as pessoas começaram a ler, a comentar e isso foi trazendo incentivos. Passei a escrever sobre outras coisas e até me meti a besta tentando poetar! Ô tragédia! kkkkkkk
Aí veio a parte melhor da coisa: os amigos. Pessoas diferentes entre si que dividiam emoções, felicidade, tristeza, bom e mal humor, pensamentos insanos e deliciosos, gargalhadas, erotismo, cultura, enfim, gente tão diferente e ao mesmo tempo tão igual a mim, já que estamos todos aqui por razões diferentes, mas que alcançam o mesmo fim.
Esses amigos foram tornando-se tão importantes que hoje já não me vejo mais sem eles. Minha vida real que já é tão rica de amizades foi acrescida de outros amigos, tão importantes quanto, com os quais me sinto completamente à vontade e feliz. Quero sempre visitar esses amigos e adoro quando me visitam, seja para me deixar um recadinho de bom dia, seja para me pentelhar, seja para falar merda, seja para dar bronca, seja para me desejar um breve retorno por um motivo ou por outro. Sinto falta quando não posso ter notícias, quando por alguma razão não consigo lê-los, quando não sei das novidades. Sinto falta de ir pentelhá-los de vez em quando e de dar pitacos onde não sou chamada (por isso as broncas! kkkkk). Mas todos eles sabem porque faço questão de demonstrar que tenho um carinho do caralho por cada um!
Então, pra resumir (eita geminiana que nunca soube o que é isso! rsrsrs), mantenho o blog porque me faz um bem enorme escrever (adoro!), como se fosse uma terapia e, principalmente, por causa dos amigos tão queridos que aqui fiz.
Como não tenho tido muito tempo pra entrar (minha máquina está sendo usada e abusada por uma adolescente), gostaria que todos ficassem à vontade para levarem o selinho consigo!

E só pra recordar, aqui vai o primeiro clip de música que fiz e postei no blog, que eu ofereço para a Xuxa, pra minha mãe, pro meu pai e pra todos daqui! kkkkkk 






E para a Ana Casada Safada aqui vão flores para demonstrar meu carinho, agradecimento e amizade!



Essa vaga não é sua

Lembra aquela frase que diz que respeito cabe em qualquer lugar? Pois é...


video


Repassem em e-mail ou da forma que acharem melhor.


terça-feira, 12 de julho de 2011

Nós, Márcia e Beto

Afastadinha do swing por motivos de força maior (e que força eu tô fazendo, só eu sei!), me lembrei aqui historinhas antigas, como a de um casal que conhecemos há algum tempo e que reencontramos na minha festa de aniversário. 
Conhecemos Beto e Márcia no orkut e a conversa estendeu para o msn. Depois de algum tempo de papo e muita safadeza, fomos na casa deles, não sem antes termos dado uma trepada gostosa. Recebidos como se os conhecêssemos há muito tempo, nos deixaram totalmente à vontade. Começamos a conversar sobre música e Márcia disse que faria uma surpresa. 
Saiu da sala e voltou vestida de dançarina flamenca! Estava linda! Beto colocou uma música e ela começou a dançar. Não tirou uma única peça de roupa, mas foi a dança mais sensual que já vi! Terminada a apresentação particular e com a certeza de que estávamos babando, ela veio para o nosso lado. Se colocou sentada no chão entre nós e nos beijou, um a um. Beto sentou no sofá ao meu lado e puxou meu rosto para me beijar a boca, um beijo gostoso, molhado, de tesão. Suas mãos começaram a percorrer meu corpo com a certeza do que estavam fazendo. Acariciou meus seios e colocou as mãos por dentro da blusa. Eu arranhava levemente suas costas e descia minhas mãos para descobrir o que eu queria.
Cláudio e Márcia já haviam deslizado pata o tapete, onde trocavam carícias calientes. Meu marido a deitou e se colocou também deitado ao seu lado, passando a mão por ela toda. Márcia retribuía as carícias com beijos quentes. 
Quando eu encontrei o que procurava caí de boca, literalmente. O pau de Beto já estava teso, quase explodindo e eu comecei um boquete suave, num vai-e-vem ritmado e molhado. Ele segurava minha cabeça sem forçar, como se quisesse que eu não saísse mais de onde estava.
Cláudio, que beijava a boca de Márcia, foi descendo e beijando seu pescoço, seus seios. Ele os pegava com as mãos e os juntava na boca, mamando seus bicos. Foi descendo ainda mais e abriu suas pernas com as mãos, metendo a língua em seu grelinho já molhado e duro. Chupou com vontade até que ela gozasse gostoso na boca dele, forçando sua cabeça para dar mais pressão em sua buceta. Cláudio, depois de fazê-la gozar, se sentou no chão mesmo e esperou que ela se recompusesse alisando suas pernas e coxas. Márcia foi retribuir pagando na mesma moeda.
Eu continuava chupando o pau de Beto com tesão, mas também queria ser chupada. Me levantei para sentar no sofá, mas antes que eu o fizesse ele abriu minhas pernas ainda de pé e enfiou a cara na minha buceta mais que molhada. Eu a esfregava na cara dele, segurando sua cabeça e rebolando gostoso. Com as pernas bambas me sentei no sofá e ele continuou chupando deliciosamente. Depois de um tempinho me roçando em sua cara o afastei e me virei no sofá, ficando de joelhos sobre o assento e apoiando minhas mãos no encosto. Olhei para trás e mandei:
- Vem, vem me fuder desse jeitinho que eu gosto!
Empinei a bundinha, fiz cara de safada com um sorrisinho e olhei para Cláudio, que sabia o quanto eu gostava daquela posição. Acho que ele ficou com vontade, porque na hora disse à Márcia que queria comê-la de quatro. Ela, rapidamente, se posicionou, se colocando ao nosso lado para que pudéssemos ter uma visão completa da pica de Cláudio entrando e saindo de sua buceta. 
Isso nos deixou, a mim e ao Beto, com mais tesão ainda! Eu rebolava e dava ré, mandando ele meter com força:
- Isso, fode com vontade, seu filho da puta! Mete nessa bucetinha que está cheia da porra do Cláudio, que me comeu antes de virmos para cá!
Ele, cada vez mais louco, bombava com mais força.
Cláudio, ao ouvir o que eu dizia e provavelmente lembrando da trepada que demos, com um puta tesão de estar comendo a bucetinha de Márcia e vendo sua putinha ser comida, se acabou num gozo gostoso, gemendo do jeito que me dá tesão ouvir. Isso bastou para que eu começasse a gozar, me contraindo toda e levando Beto ao gozo junto comigo.
Nos largamos todos no chão da sala, nos recuperando. Todos arfávamos e estávamos visivelmente cansados, mas totalmente satisfeitos!
Antes de irmos embora pedimos uma pizza, comemos e tomamos vinho e ainda trepamos mais uma vez, mas essa é uma outra história...





segunda-feira, 11 de julho de 2011

Selos e Carinhos - Ksal Fetixe



Recebemos esse selinho de boa vizinhança do Ksal Fetixe do blog Rotina de um Casal. Eles  estão ingressando agora nesse mundo doido e delicioso que é a blogosfera. 
Desejamos a eles que tenham a mesma sorte de encontrar pessoas maravilhosas como nós encontramos e que assim tenham o prazer de nos presentear com suas histórias, relatos, pensamentos, sentimentos.
Sejam bem-vindos, queridos! 




Flores para vocês!!!

Pra começar bem a semana...

Quem disse que segundona não é dia de fazer uma visitinha? Quando menos se espera tem alguém na sua portinha...


video


Bora gozar (n)a segunda-feira!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Fora por um tempinho...





Gente, pelamor! Eu com a bunda toda de fora no post anterior e o povo só repara no lacinho??? kkkkkkkkkkkkkkk

Minhas aventuras sexuais estão suspensas por ordem médica, mas tadinho do Clau, tava tão tristinho e esfomeado que tive que levá-lo pra comer fora. Ele voltou pra casa com um sorriso de ponta a ponta, mas eu ainda não sei o que aconteceu porque inventei de tomar tequila, aquela coisa horrorosa que tem gosto de chulé, e me ferrei. Pois é, é como eu sempre digo: se não sabe brincar não desce pro play...
Mas depois pergunto a ele e conto aqui pra todo mundo! Só adianto que ela é um tesãozinho e gente boa demais! Já a conhecíamos há um tempo e ela, boazinha, fez esse "favor" pro Clau...safadaaaaaaaaaaaa!!! kkkkkkkkkkk
Bom, pelo menos eu revi os amigos e pentelhei todos, como de costume. Saí da rotina, que já estava me estressando! Imagina, ficar sem poder dirigir pra cima e pra baixo e sem dar! Peeeeense num mal humor!

Vamos ficar fora por uns tempos, já que é férias e os filhotes do Clau vão vir pra cá. Não sei se conseguirei postar - caso eu consiga burlar os dois, venho dar notícias.
Beijo em cada um de vocês e vou sentir uma falta da porra daqui!!!





E agora, vão reparar no que??? No rosinha??? kkkkkkkkk
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cenas de puro prazer...