quarta-feira, 27 de abril de 2011

Duas mulheres - Parte II

A água descia pelos cabelos de Diana e, enquanto Milena foi buscar uma toalha, um turbilhão de emoções lhe passava pela cabeça. Acabara de ter um dos melhores orgasmos de sua vida com uma mulher praticamente desconhecida e agora estava ali, se recuperando e ciente de que ela queria mais. Sua bucetinha ainda inchada e sedenta pedia mais. Saiu rapidamente de seus devaneios quando Milena abriu a porta do box. Instintivamente a olhou de cima a baixo e constatou o quanto era gostosa aquela mulher. Milena sorriu o mesmo sorriso displicente que dera a ela no carro, quando Diana começou a perceber o que estava acontecendo.
- Deixe-me ensaboar você - disse Milena.
Diana, sabendo o que provocaria, encostou-se na parede, novamente entregue àquela mulher. Milena ensaboou seu próprio corpo e se esfregou em Diana. Passou seus seios nos dela, seus braços em sua cintura, sua coxa no meio de suas pernas, enquanto lambia seu pescoço e rosto. Virou-a e esfregou o sabonete em suas próprias mãos, explorando o corpo de Diana sem pressa. Pegou seus cabelos molhados e colocou-os para a frente, passando suas mãos na nuca de Diana. Escorregou para os ombros e voltou ao meio das costas, descendo suavemente. Encostou-se nela enquanto passava as mãos em sua cintura e a abraçava, acariciando seus seios. Tornou a voltar as mãos para as costas e desceu ainda mais para a bunda de Diana, que se apoiava na parede e gemia baixinho. Tornou a ensaboar seu próprio braço e o enfiou no meio das pernas de Diana, com movimentos desta vez mais firmes. Diana se contorcia e tirou forças para dizer a ela que queria ir para a cama. Milena ajudou a água a lavar Diana e, desligando o chuveiro, começou a enxugá-la, enxugando-se a seguir. Estendeu a mão e levou Diana para a cama cujo edredon já estava caído ao chão, pronta para recebê-las. Milena a deitou e se deitou por cima dela, beijando-a suavemente. Foi descendo a boca molhada pelos seus seios, mordiscando-lhe os bicos. Percebeu que Diana delirou com isso e, enquanto a mordia, acariciava sua buceta e lhe desferia tapas estalados, que faziam Diana gemer. Virou-a e a fez ficar de quatro, dando uma linguada em toda sua buceta. Pegou em sua mesinha de cabeceira um chicote e passou as cerdas delicadamente pelas pernas e bunda de Diana. Ela rebolava e se empinava toda, como que pedindo mais. Mas o que ganhou foi um estalar de chicote em suas ancas que fez com que ela se encolhesse. Mas Milena voltou a passar o chicote pelo seu corpo em movimentos suaves e, quando Diana se deu conta, estava ansiando novo golpe. Milena, hábil com o chicote, colocou-se de pé para melhor usá-lo. As costas, bunda e pernas de Diana estavam cheias de vergões vermelhos, mas ela só queria mais e mais.
- Esta gostando, não é? Percebi em seus olhos que você é exatamente o que eu quero que seja - minha cadelinha.
Diana não estava entendendo bem o que Milena queria dizer, mas estava gostando tanto que seria o que ela quisesse.
- Vire-se de frente para mim e se conserve de quatro - ordenou Milena.
Diana obedeceu.
- Ponha sua língua para fora - ordenou novamente.
E novamente Diana obedeceu. Lá estava ela, com o corpo todo marcado, de quatro e com a língua molhada para fora, aguardando não sabia o que.
Milena dobrou os joelhos e abriu as pernas, esfregando a buceta na língua de Diana.
- Chupa, cadelinha. Aprende a fazer o que você nunca fez mas que agora deseja mais que nunca.
E Diana começou a lamber aquela buceta perfumada, quase que tomada por um frenesi. Se enfiava no meio das pernas de Milena e sugava com vontade. Milena, sentindo aquela boca ávida e tendo a visão deliciosa de Diana toda marcada, não resistia e a chicoteava mais, como se fosse um incentivo para que aquela boca não parasse. Milena mandou que Diana se mantivesse de quatro, mas ao seu lado e agora passava o cabo do chicote pelo seu cuzinho. Diana nunca imaginara sentir tanto prazer e, com a boca salivando, chupava com mais tesão. Mas ela descobriu que ainda poderia ser melhor quando sentiu que Milena forçava o cabo do chicote para dentro de sua buceta, que estava encharcada. Ela abriu mais ainda as pernas, empinou a bundinha ainda mais e chupou com mais vontade. Quando Milena percebeu que estava quase gozando intensificou as estocadas e segurou a cabeça de Diana contra si, quase sufocando-a. Gozou na boca de Diana enquanto Diana gozava em seu chicote.
Milena tirou o cabo molhado que ficou por uns segundos unido por um fio à buceta de Diana e passou pela sua língua, olhando fixamente para os olhos dela, que já havia se deixado cair na cama.
- Muito bem, minha cadelinha. Muito bom para sua primeira vez em tudo. Mas ainda há muito a aprender...
E Diana olhava aquela loira alta, linda, esbelta, como se olhasse à uma Mestra, que tanto tinha a ensinar e ela tanta vontade de aprender.







Foto gentilmente furtada do delicioso blog Belas Imagens Masoquistas
 
 
 

9 comentários:

  1. Que delícia de conto.
    Beijinhos
    juniorypriscila@hotmail.com
    http://contoseroticosdejuniorypriscila.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Nossaaaa!

    Veronika, que história deliciosa! Fiquei... molhada :)

    As fotos são suas, sinta-se a vontade por lá, fiz para ser usado a vontade. E o resultado que deu aqui... Hummmmmmmmmmmmm! Adorando, embora eu jamais vá ser cadela de mulher, mas gostaria de estar lá como voyeur.

    Quanto a Guam, é melhor evitar mesmo. rsrss

    Beijos, Bela!

    ResponderExcluir
  3. Menina...show de estória hein???
    Beijos em vcs doce casal...

    ResponderExcluir
  4. Lindo e exitante.

    Fim do Reinado Fetiches e Fantasias, pela a segunda vez me roubaram o direito de liberdade.
    Agradeço ao casal 20 por O terem prestigiado pelo o tempo que durou.

    Sempre que eu poder passei por aqui para observar-los.

    DARK - LADY

    ResponderExcluir
  5. Estou até agora salivando junto com ela ... Não sei ao certo se querendo as chicotadas e o cabo ou lamber uma linda bucetinha .... Bjus Apimentados ... =)

    ResponderExcluir
  6. Meus queridos que conto mais tesuso...afffffffff...estou aqui com as duas bocas salivando...rsrsrsrs...
    Queridos estou passando para desejar um delicioso findi e perguntar se vcs perceberam que o blog da Lena foi removido????
    Vcs tem notícias dela????
    Eu estou aguardando ela me responder um e-mail e estou torcendo para que ela tenha tirado do ar por falta de tempo para postar por conta que está viajando a trabalho...
    E o blog da Crys foi tirado do ar...tadinha...ela está muito triste...
    Que loucura isso...será que eu serei a próxima vítima????

    Bjs carinhosos...Mar...

    ResponderExcluir
  7. Uma história bem excitante. Parabéns, adorei o vosso blogue.

    ResponderExcluir
  8. ADORO SEU BLOG E SUAS FOTOS,
    VISITE MEU,
    SEU BANNER A MEU PAGINA DE BLOGS AMIGOS ;)
    BEIJOS...

    ResponderExcluir
  9. PROCURA-SE MULHER DE CORNO GRÁVIDA - CUCKOLD - CREAMPIE - REAL SEX


    >>> fudedor.de.esposas.df@hotmail.com
    >>> (61) 8456-6055 Operadora OI.
    >>> (61) 9285-0356 Operadora CLARO.

    >> Me chamo Ricardo moro em Ceilândia, Brasília-DF sou comedor de esposinhas. Adoro comer as esposinhas de meus amigos na frente deles.

    >>> Procuro casais liberais, casadas, noivas,namoradas e solteiras, grávidas, gringas.

    Adoro gozar dentro da boca das casadas e mandar o corno limpar tudinho, mas se meu novo amigo curtir só observar eu metendo na sua linda esposinha tudo bem. Tenho 35 anos, 1,72m de altura, 72kg, moreno claro. Qualquer casal que curta entre em contato comigo.

    >>>>>> OBS.: Favor não fiquem mandando mensagens para o meu celular, se quiserem me liguem pois sou comedor de esposinhas e não mensageiro. Curto sexo real sou comedor nato.

    ResponderExcluir

Um beijo por seus pensamentos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cenas de puro prazer...